TPM TEM TRATAMENTO

NUTRIÇÃO SAUDÁVEL

26 de junho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: O ADULTO PODE TER NECESSIDADE E SER TRATADO COM O USO DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO HGH (SOMATOTROFINA OU COMPLEXO 191),


PRINCIPALMENTE SE EM IDADE INFANTO JUVENIL OU EM CRIANÇAS COM ESTATURA CURTA POIS OS ADULTOS COM DEFICIÊNCIA DE HORMÔNIO DE CRESCIMENTO PODE TER SEQUELAS DESTA FASE DE DESENVOLVIMENTO E SE BENEFICIAR DE FORMA SIGNIFICATIVA, NOTADAMENTE DEPENDENDO DA CAUSA DE SUA DEFICIÊNCIA.


A abordagem do diagnóstico e tratamento da DGH (deficiência de hormônio de crescimento-HGH, somatotrofina, ou complexo 191), em crianças foi evoluindo ao longo das várias décadas passadas, e com o advento do DNA – RECOMBINANTE introduzido pela engenharia genética, o salto cientifico foi de extrema relevância. O documento de consenso atual, consignado a diversos pesquisadores, clínicos, e cientistas, representa o resultado de intensa revisão e discussão de milhares de relatórios publicados e uma quantidade incalculável de experiências pessoal por especialistas em todo o mundo. Evidentemente, muitas outras baseadas em evidências de estudos clínicos envolvendo o diagnóstico e tratamento da DGH (deficiência de hormônio de crescimento-HGH, somatotrofina, ou complexo 191), continuarão a ser realizadas, e sem dúvida, modificar a cada estudo agregado a experiência prática, aumentarão os conhecimentos e abordagens a esta importante questão. Inclua nestas abordagens, o fator significativo do aumento dos conhecimentos exponenciais somados aos mecanismos metabólicos e suas ações no organismo, principalmente humano, e somaremos novas ações desta substância importante em benefício das pessoas deficientes destas substâncias, seus precursores, receptores, mecanismos e metabolitos.
Mesmo ou apesar da oferta abundante durante a infância até adulto jovem (por volta dos 20 aos 25 anos), desta idade em diante vai havendo uma diminuição gradativa da produção do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH), quando por volta dos 40 anos de idade o organismo já se sente falta da diminuição da produção durante esses anos todos do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH). Essa diminuição provoca uma série de sintomas no indivíduo após os 40 anos de idade e geralmente só vão melhorar com a reposição do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) nos indivíduos que apresentam deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH). Em crianças os indicadores de baixa produção do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) são visto nos sintomas padrão de baixa estatura, e não é necessário que a deficiência seja apenas do HGH – hormônio de crescimento, mas também das substancias coadjuvantes e necessárias que todo o mecanismo hormonal se estabeleça. Apesar da esperança relativa, não podemos achar que encontramos o “elixir de longa vida ou da juventude”, isto poderia mudar o foco de uma substância promissora, se bem utilizada em pessoas com necessidade da mesma, mas as promessas de restaurar os hormônios na fase adulta, revigorando o indivíduo sob certo aspecto, fez com que muitos adultos, principalmente os de idade mais avançada, o vejam como uma “fonte de juventude”,muita cautela. 
Os adultos que apresentam deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) podem apresentar falta de energia, diminuição da força e da capacidade de fazer exercícios, diminuição da massa muscular, ganho de peso, sobrepeso, obesidade, principalmente obesidade abdominal ou intra visceral e especialmente em volta da cintura, ansiedade, depressão ou tristeza, mudança do comportamento social, pele fina e seca, e pela prática clínica e todos os trabalhos científicos de reposição aos deficientes desta substância induzem no sentido de uma reversão dos problemas de forma magnifica. Entretanto temos que ter em mente que com o passar do tempo não ocorre somente a deficiência da somatotrofina ou somatopausa; segue-se a menopausa, andropausa, tireopausa e diversas outras pausas, que claro, em se estabelecendo os diagnósticos corretos podemos reverter temporariamente, corretivamente, mas jamais a vida eterna, pelo menos no atual estado de desenvolvimento cientifico, com imensa possibilidade de ser uma má interpretação da realidade da vida. 

AUTORES PROSPECTIVOS



Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611 

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1. A reposição do hormônio do crescimento no adulto oferece diversos benefícios diferentes, entre eles o de elevar os níveis do hormônio do crescimento aos níveis de adulto jovem, quando a produção do hormônio do crescimento estava em seu auge...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com

2. O hormônio do crescimento ajuda a reduzir a gordura do abdômen, cintura, quadril e coxas, enquanto, ao mesmo tempo, aumenta a massa muscular...
http://reposicaohormonal2.blogspot.com

3. O hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) suas unhas ficam mais fortes e a celulite acaba sendo amenizada, também ajuda a voltar a crescer pele em regiões afetadas por queimaduras e ajuda na cicatrização...
http://osteoporose2.blogspot.com


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
Ann Arbor, MI-Na; Joyce Lee, MD, MPH; Arquivos de Medicina Pediátrica e Adolescente. Drug and Therapeutics Comitês Conselhos da Sociedade Européia de Endocrinologia Pediátrica e da Lawson Wilkins Pediatric Endocrine Society. Também foi aprovado pelos Conselhos de Endocrinologia Pediátrica Australasian Group, da Sociedade Japonesa de Endocrinologia Pediátrica, ea Sociedad Latinoamericana de Endocrinologia Pediátrica. de participantes do Hormônio do Crescimento Research Society Workshop sobre Criança e Adolescente deficiência do hormônio de crescimento, Eilat, Israel, 17-21 outubro de 1999: Dr. Kenneth M. Attie (Genentech, Inc., South San Francisco, CA), Bengtsson Dr. Bengt-Ake (Universidade de Goteborg, Hospital Sahlgrenska, Goteborg, Suécia), Dr. Sandra L. Blethen (Genentech, Inc.), Blum Dr. Werner (Bad Homburg, Alemanha), Dr. . Cameron Fergus (Royal Children's Hospital, Parkville, na Austrália), Dr. Jean Claude Carel (Hôpital St. Vincent de Paul, Paris, França), Dra. Lena Carlsson (Hospital Sahlgren, Goteborg, Suécia), Dr. John J. Chipman (Eli Lilly & Co., de Indianápolis, IN), Dr. Jens Sandahl Christiansen (Kommunehospital Aarhus, em Aarhus, Dinamarca), Dr. Clemmons Clayton Pedro (Hospital da Criança de Manchester, Manchester, UK), Dr. David R. (University of North Carolina, em Chapel Hill, Carolina do Norte), Dr. Pinchas Cohen (Hospital Infantil da Mattell, Los Angeles,ET all. Stephen Kemp, MD, PhD, Professor do Departamento de Pediatria, Setor de Endocrinologia Pediátrica da Universidade de Arkansas e Arkansas Children's Hospital. Editores: Arthur Chausmer B, MD, PhD, FACP, FACE, FACN, CNS, professor da pesquisa da filial, Bioinformática e Biologia Computacional Programa, Faculdade de Ciências Computacionais; C, Principal / A Informática, LLC; Francisco Talavera, PharmD, PhD, Senior Farmácia Editor, eMedicine; T George Griffing, MD, Diretor da Divisão de medicina interna geral, professor do Departamento de Medicina Interna, St Louis University.







Contato:
Fones: 55 (11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55 (11) 7717-1257
ID:111*101625

Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.

Seguir no Google Buzz


1 de junho de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: COMO DOSAR OS NÍVEIS DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO (SOMATOTROPINA – HGH) NOS ADULTOS


E QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS QUE PODEM OCORRER SE HOUVER DEFICIÊNCIA DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO (SOMATOTROPINA – HGH) NOS ADULTOS, QUE PODEM SER MELHORADAS COM A REPOSIÇÃO DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO (SOMATOTROPINA – HGH) NOS ADULTOS.


Produzido na porção anterior da glândula pituitária na base do cérebro, o hormônio do crescimento humano (somatotrofina – HGH) é uma substância proteica composta por 191 aminoácidos, produzido por engenharia genética. Quimicamente, é um pouco semelhante à insulina, embora seja secretado em pulsos curtos durante as primeiras horas de sono e após o exercício, que só permanece na circulação por alguns minutos. Como tal, é extremamente difícil medir o hormônio do crescimento humano (somatotrofina – HGH) no soro sanguíneo  No entanto, o corpo se liga a maior parte do hormônio do crescimento no fígado e converte uma parte do hormônio em Insulin-like Growth Factor-I (IGF-I). Desde que o IGF-1 permanece na corrente sanguínea por 24 a 36 horas, se numa amostra de sangue se identificar o IGF-1 será um indicador mais confiável de produção de o hormônio do crescimento humano (somatotrofina – HGH) eficiente. Os níveis normais de IGF-1 no sangue em adultos variam de 200 a 450 ng/ml (nanogramas por mililitro). No entanto, um terço dos indivíduos com mais de 50 anos de idade apresentam níveis menores que 200 ng/ml. Durante o período de crescimento dos jovens, os níveis de hormônio do crescimento humano (somatotrofina – HGH) atingem o máximo e os níveis de IGF-1 chegam a mais de 600-800 ng/ml. No entanto, para os homens normais e mulheres em torno de 40, menos de 5% deve ter níveis abaixo de 250 ng/ml. Depois dos 40 anos muitos homens e mulheres têm a mesma quantidade de hormônio do crescimento humano (somatotrofina – HGH), os níveis de IGF-1 são muito próximos aos de uma octogenária. E isso pode ser uma das chaves para o envelhecimento como conhecemos hoje. Quando os níveis de IGF-1 caem abaixo dos níveis normais na fase adulta, poderá ocorrer uma diminuição da musculatura por atrofia, diminuição da densidade mineral óssea que como complicação pode levar à osteoporose, fratura espontânea dos ossos e diminuição da energia levando o indivíduo a ter fadiga com mais facilidade. 
Também o processo de cicatrização pode se tornar mais demorado, pode haver comprometimento da capacidade de cura, pode ocorrer problemas para a manutenção das funções dos órgãos vitais, também pode comprometer a memória, a capacidade de concentração, dificuldade de se locomover, compromete a produção de enzimas, pode haver diminuição do turgor e elasticidade da pele, queda dos cabelos, unhas mais fracas. Embora com o envelhecimento ocorra a diminuição dos níveis do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) sempre é possível melhorar este quadro com a reposição do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH).

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611 

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930 
Como Saber Mais:
1. Produzido na porção anterior da glândula pituitária na base do cérebro, o hormônio do crescimento humano (somatotropina – HGH) é uma substância proteica composta por 191 aminoácidos, produzido por engenharia genética...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com

2. Quimicamente, é um pouco semelhante à insulina, embora seja secretado em pulsos curtos durante as primeiras horas de sono e após o exercício, que só permanece na circulação por alguns minutos...
http://longevidadefutura.blogspot.com

3. Desde que o IGF-1 permanece na corrente sanguínea por 24 a 36 horas, se numa amostra de sangue se identificar o IGF-1 será um indicador mais confiável de produção de o hormônio do crescimento humano (somatotrofina – HGH) eficiente...
http://imceobesidade.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.



Referências Bibliográficas:
Salomon F, RC Cuneo, R Hesp, et al. Os efeitos do tratamento com HGH Recombinante na Composição Corporal e Metabolismo em Adultos com Deficiência de Hormônio do Crescimento. New Eng JMed; 321:1797-03; Bengtsson BA. As conseqüências da deficiência do hormônio do crescimento em adultos. Acta Endocrin; 128:2-5; RC Cuneo, Salomon F, CM Wiles et al. HGH tratamento em adultos com deficiência de GH. II. Efeitos no desempenho do exercício. J Appl Physiol; 70:695-700; O'Halloran DJ, Tsatsoulis A RW Whitehouse, et al. Aumento da densidade óssea após o hormônio de crescimento (HGH) A terapia em adultos com deficiência isolada de HGH. Endo Metab J Clin; 76:1344-48; McGauley GA, RC Cuneo, Salomon F et al. Bem-Estar Psicológico Antes e Depois do hormônio de crescimento Tratamento em Adultos com Deficiência de HGH. Hormone Research; 33 (Suppl 4) :52-54; Bengtsson BA, S Éden, Lonn L et al. Tratamento de adultos com hormônio do crescimento (HGH) com Deficiência recombinante (hGH). J Clin EndoMetab 76:309-17; Johnston DG, BA Bengtsson. Os efeitos de GH e deficiência de GH sobre os lipídios e as Endocrinologica System.Acta Cardiovascular; 128 (Suppl 2) :69-70; Amato G, C Carella, S Fazio et al. Composição Corporal, metabolismo ósseo, e estrutura e função cardíacas no hormônio de crescimento HGH) com Deficiência de Adultos (antes e após Terapia de Reposição HGH em doses baixas. J. Clínica de Endocrinologia e Metabolismo.; 77:1671-76; Fazio S, D Sabatini, Capaldo B, et.al. Um estudo preliminar do GH no tratamento da cardiomiopatia dilatada. New Engl J Medicine.; 334:809-14.


Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: HÁ NECESSIDADE DE NÓS ENVELHECERMOS COMO NOSSOS ANTEPASSADOS COM CONDIÇÕES PRECÁRIAS DE SAÚDE


SE HOJE PODEMOS USUFRUIR DOS BENEFÍCIOS DA REPOSIÇÃO DO HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (SOMATOTROPINA – HGH) COMPOSTO POR 191 AMINOÁCIDOS, OBTIDO ATRAVÉS DE ENGENHARIA GENÉTICA, QUE AUMENTA NOSSA LONGEVIDADE COM MELHORA DA QUALIDADE DE VIDA.


É fato que vamos envelhecer e que não temos como escapar. Na verdade, o número de pessoas idosas no mundo tem aumentado substancialmente, devido ao pequeno número de nascimentos que vem ocorrendo cada vez mais. Então, já que vamos envelhecer porque fazê-lo à maneira antiga como nossos antepassados como pais, avós, etc, fizeram antes de nós: frágil, confuso, fraco, com fadiga, depressão, medo de andar ao ar livre por medo de cair na calçada? Esse não precisa ser o caso, porque aprendemos que a velhice é simplesmente um estado de deficiência hormonal, um estado de deficiência dos hormônios que nos beneficiam na juventude. Depois sabemos que, estes sintomas de “velhice” podem ser revertidos. Liderando a lista dos hormônios que decrescem com a idade e podem ser repostos quando apresentamos deficiência, o hormônio do crescimento humano (somatotropina – HGH) obtido por DNA - recombinante, prolonga o tempo de vida com melhora da qualidade de vida, tornando-a mais saudável e produtiva, este hormônio é o hormônio do crescimento humano (somatotropina - HGH). 
O hormônio do crescimento humano (somatotropina – HGH) é produzido e muito abundante no nosso organismo até atingirmos a idade de adulto jovem, quando começa seu decréscimo natural. Na verdade, é uma substância que realmente mantém as propriedades de reparo na juventude, mas diminui com a idade. O hormônio do crescimento humano (somatotropina – HGH) é essencial para o crescimento desde a fase fetal. É administrado a crianças que apresentam um crescimento ósseo e desenvolvimento abaixo do esperado para a idade, considerando-se também fatores genéticos, ambientais,etc, e com esta reposição do hormônio do crescimento (somatotropina – HGH) se otimiza o crescimento e o desenvolvimento da criança. 
Mas os níveis do hormônio do crescimento (somatotropina – HGH) cai progressivamente em todos, uma vez que atingem a idade de adulto jovem. Desde já percebemos que o hormônio do crescimento humano (somatotropina – HGH) é indispensável ao longo da vida, deve ser considerado um hormônio fundamental para a manutenção do organismo adulto. Estudos sobre seus efeitos surpreendentes na população idosa apóia o seu papel principal de maior longevidade e da melhoria da qualidade de vida da pessoa.

AUTORES PROSPECTIVOS 

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611 

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930


Como Saber Mais:
1.Há necessidade de envelhecermos como nossos antepassados com condições precárias de saúde...

2.A reposição de HGH é importante para a melhora da qualidade de vida em pacientes em torno dos 50 anos... 
http://longevidadefutura.blogspot.com

3.Qual medida é mais importante, o IMC ou a R C/Q... 
http://imceobesidade.blogspot.com 

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas: 
Salomon F, RC Cuneo, R Hesp, et al. Os efeitos do tratamento com HGH Recombinante na Composição Corporal e Metabolismo em Adultos com Deficiência de Hormônio do Crescimento. New Eng JMed; 321:1797-03; Bengtsson BA. As conseqüências da deficiência do hormônio do crescimento em adultos. Acta Endocrin; 128:2-5; RC Cuneo, Salomon F, CM Wiles et al. HGH tratamento em adultos com deficiência de GH. II. Efeitos no desempenho do exercício. J Appl Physiol; 70:695-700; O'Halloran DJ, Tsatsoulis A RW Whitehouse, et al. Aumento da densidade óssea após o hormônio de crescimento (HGH) A terapia em adultos com deficiência isolada de HGH. Endo Metab J Clin; 76:1344-48; McGauley GA, RC Cuneo, Salomon F et al. Bem-Estar Psicológico Antes e Depois do hormônio de crescimento Tratamento em Adultos com Deficiência de HGH. Hormone Research; 33 (Suppl 4) :52-54; Bengtsson BA, S Éden, Lonn L et al. Tratamento de adultos com hormônio do crescimento (HGH) com Deficiência recombinante (hGH). J Clin EndoMetab 76:309-17; Johnston DG, BA Bengtsson. Os efeitos de GH e deficiência de GH sobre os lipídios e as Endocrinologica System.Acta Cardiovascular; 128 (Suppl 2) :69-70; Amato G, C Carella, S Fazio et al. Composição Corporal, metabolismo ósseo, e estrutura e função cardíacas no hormônio de crescimento HGH) com Deficiência de Adultos (antes e após Terapia de Reposição HGH em doses baixas. J. Clínica de Endocrinologia e Metabolismo.; 77:1671-76; Fazio S, D Sabatini, Capaldo B, et.al. Um estudo preliminar do GH no tratamento da cardiomiopatia dilatada. New Engl J Medicine.; 334:809-14.







Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: 
drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com


Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br

Google Maps:

25 de fevereiro de 2011

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: COM O PASSAR DO TEMPO A COGNIÇÃO, CONCENTRAÇÃO, MEMÓRIA APRENDIZAGEM E OUTRAS ATIVIDADES INTELECTUAIS


SOFREM COM A DEFICIÊNCIA DE HGH E ANTES QUE CHEGUE A ESTE PONTO É IMPORTANTE COMEÇAR A REPOSIÇÃO DE HGH.


Que a reposição precoce de HGH beneficia desde crianças até adultos que apresentam deficiência de HGH, não se tem dúvidas. Os benefícios para o crescimento, para a composição corporal, para a diminuição dos riscos de doenças cardiovasculares, para a cognição, para as atividades intelectuais, para a qualidade de vida de modo geral e até para certas doenças.
Tratamentos da deficiência de HGH tem melhorado a atenção e a memória de forma significativa. Existem também diferenças na memória verbal de pacientes com deficiência de HGH desde o início da infância e que não fizeram esta reposição. 

Certamente por razões de maturação das conexões neurais e seu desenvolvimento até a idade adulto jovem, com aumentos de HGH e IGF-1 tornam essas áreas mais importantes. Pelo que já sabemos sobre os benefícios da reposição de HGH para melhorar a cognição, é importante também, levarmos em consideração o uso de reposição de HGH em pacientes submetidos, por ex., à radioterapia.


AUTORES PROSPECTIVOS 

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611 


Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna 
CRM 28930 

Como Saber Mais:
1.A melhora intelectual é importante com reposição de HGH em pacientes que apresentam deficiência do HGH...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com

2.A reposição de HGH é importante para a melhora da qualidade de vida em pacientes em torno dos 50 anos... 
http://longevidadefutura.blogspot.com

3.Qual medida é mais importante, o IMC ou a R C/Q... 
http://imceobesidade.blogspot.com


AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

Referências Bibliográficas:
J Endocrinol. 2010 novembro; 207 (2) :125-6 Departamento de Endocrinologia, Oxford Centro de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo, Hospital Churchill, da Universidade de Oxford, Estrada Velha, Headington, Oxford OX3 7LJ, Reino Unido.








Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625

Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

23 de dezembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: CAUSAS, COMPLICAÇÕES E TRATAMENTO DO INÍCIO DA DEFICIÊNCIA DE HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NA IDADE ADULTA,


ONDE HÁ DIMINUIÇÃO DOS RISCOS DE FRATURAS POR OSTEOPOROSE (DENSIDADE MINERAL ÓSSEA), MUDANÇA PARA MELHOR DA COMPOSIÇÃO CORPORAL, MELHORA DA DISLIPIDEMIA (GORDURAS NO SANGUE-TRIGLICÉRIDES- QUILOMÍCRONS-MICROESFERAS DE GORDURA, BOM-COLESTEROL-HDL, MAL-COLESTEROL-LDL, COLESTEROL TOTAL) E QUALIDADE DE VIDA, ALÉM DAS ALTERAÇÕES CARDIOVASCULARES, COGNIÇÃO – MEMÓRIA, CONCENTRAÇÃO, RACIOCÍNIO E ATÉ DEPRESSÃO, DIMINUIÇÃO DA GORDURA VISCERAL COM DIMINUIÇÃO DA ESTEATOSE DO FIGADO.


Tem-se observado que o início da deficiência do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina) na idade adulta ganhou evidência, possivelmente, com o aumento da morbidade e mortalidade. Este fato , o aumento da morbidade e da mortalidade ocorreu, por outras aplicações não menos importante para o ser humano, e só passou ocorrer com o advento da engenharia genética, quando foi possível eliminar o fator identificador,de quem pertencia o extrato de hipófise humana que anteriormente se usava, tão somente, em casos extremos para crescimento;  com tal ocorrência, e o  com o advento do DNA- RECOMBINANTE, onde se eliminou do DNA do hormônio humano , alterou- se em laboratório, sendo eliminado o fator de rejeição, que levava a uma doença proteica e prejudicial ao SNC, Príons.
Desta época para cá, nos mais de 25 anos que se passaram, não foi descrito nenhum caso deste tipo de problema através de pesquisas cientificas e prospectivas, mas por uma questão de usos e costumes, continuou a ser chamado de hormônio de crescimento para as milhares de pessoas que fazem uso deste hormônio, embora ele tenha alguns sinônimos como COMPOSTO 191 (por possuir 191 aminoacidos) ou o nome mais correto SOMATOTROFINAMuitos estudos, têm sido realizados, sobre as conseqüências da deficiência do hormônio do crescimento (HGH-somatotrofina) no adulto e sua reposição, em pacientes que apresentem deficiência do hormônio de crescimento(HGH-somatotrofina). Devido à grande variabilidade na resposta individual à terapêutica de reposição do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina) com base na idade, sexo e composição corporal, um trabalho recente tem mostrado que os pacientes se beneficiam com a terapêutica de reposição do hormônio de crescimento(HGH-somatotrofina).
longo prazo, estudos prospectivos têm demonstrado que a terapia de reposição do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina) resulta em melhorias na composição corporal, dislipidemia, a densidade mineral óssea e qualidade de vida. Diminuindo os riscos de fraturas e de mortalidade por problemas cardiovasculares. A reposição do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina) em adultos é importante porque também melhora a cognição (memorização, raciocínio, intelectualidade).

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista 
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio 
Endocrinologista – Medicina Interna  
CRM 28930

Como Saber Mais:
1.Porque o início da deficiência de hormônio de crescimento em adultos ganhou evidência...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com


2.Quais os benefícios da reposição do hormônio de crescimento no início da deficiência do hormônio de crescimento nos adultos... 

http://deficienciahormonal.blogspot.com


3.O hormônio de crescimento ajuda no tratamento da Síndrome Metabólica nos pacientes com deficiência de hormônio do crescimento... 
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Mathioudakis N , R Salvatori . Divisão de Endocrinologia e Metabologia, Johns Hopkins University School of Medicine, em Baltimore, Maryland 21287. EUA.







Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:

http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

22 de dezembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA – NEUROENDOCRINOLOGIA: A UTILIZAÇÃO DE HGH HORMÔNIO DE CRESCIMENTO EM ADULTOS


SÓ FOI VIABILIZADA A PARTIR DO DESENVOLVIMENTO DO DNA – RECOMBINANTE ONDE SE PERCEBEU A GAMA IMENSA DE OUTROS BENEFÍCIOS QUE A EXPERIÊNCIA MUNDIAL ACABOU CONSAGRANDO. QUANDO DO INÍCIO DA DEFICIÊNCIA DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO NA IDADE ADULTA DEVE-SE INICIAR O TRATAMENTO DA REPOSIÇÃO DO HORMÔNIO DE CRESCIMENTO E OUTROS HORMÔNIOS DEFICIENTES  COM A FINALIDADE DE SE EVITAR AS CAUSAS QUE LEVARÃO A DOENÇAS MAIS COMPLEXAS NA FASE ADULTA.


O que se observou foi que, o início da deficiência do hormônio de crescimento (HGH - somatotrofina), no adulto ganhou evidência, possivelmente, com o aumento da morbidade e mortalidade. Foram realizados vários estudos sobre as conseqüências da deficiência do hormônio do crescimento (HGH - somatotrofina) no adulto e os benefícios da reposição do hormônio de crescimento (HGH - somatotrofina), em pacientes que apresentam deficiência do hormônio de crescimento (HGH - somatotrofina). Devido à grande variabilidade na resposta individual à terapêutica de reposição do hormônio de crescimento (HGH - somatotrofina) com base na idade, sexo e composição corporal, recentemente um trabalho o quanto os pacientes se beneficiam com a terapêutica de reposição do hormônio de crescimento (HGH - somatotrofina)Durante um longo tempo, estudos prospectivos têm demonstrado que a terapia de reposição do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina) trás resultados benéficos para a composição corporal, dislipidemia, colesterol total, bom colesterol HDL, mal colesterol , LDL, triglicérides (quilomícrons, micro esferas de gorduras),  a densidade mineral óssea e qualidade de vida.
Diminuindo os riscos de fraturas por diminuição da densidade mineral óssea (osteoporose) e de mortalidade por problemas cardiovasculares. A reposição do hormônio de crescimento (HGH - somatotrofina) em adultos é importante porque também melhora a cognição (memorização, raciocínio, intelectualidade) e melhora muito a qualidade de vida.

AUTORES PROSPECTIVOS

Dr. João Santos Caio Jr. 
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais: 1.O aumento da morbidade e mortalidade trouxe mais evidência para a reposição de hormônio de crescimento em adultos que têm deficiência de hormônio de crescimento...
http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com

2. A terapêutica de reposição do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina) em adultos trouxe benefícios para os adultos que apresentam deficiência do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina)... 

http://deficienciahormonal.blogspot.com

3.Se criança obesa tiver deficiência do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina), se beneficia com reposição do hormônio de crescimento (HGH-somatotrofina)...

http://obesidadeinfantojuvenil.blogspot.com

AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS E REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.


Referências Bibliográficas:
Mathioudakis N , R Salvatori .Divisão de Endocrinologia e Metabologia, Johns Hopkins University School of Medicine, em Baltimore, Maryland 21287. EUA.







Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/

Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br


Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,-46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie=UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t=h&z=17

13 de novembro de 2010

ENDOCRINOLOGIA - NEUROENDOCRINOLOGIA: HORMÔNIO DE CRESCIMENTO (hGH) E SEUS BENEFÍCIOS SOBRE O ORGANISMO.

O hormônio de crescimento (hGH), na ciência médica é referido como hormônio mestre. Geralmente é abundante quando somos jovens, mas quando chegamos em tôrno dos 20 anos de idade, sua produção começa a decrescer e quando chegamos em torno dos 40 anos de idade, todos apresentamos um déficit de hormônio do crescimento (hGH), quando chegamos ao redor dos 80 anos de idade nossa produção de hormônio do crescimento (hGH) cai de 90 a 95%.
Os hormônios são mensageiros químicos, que viajam através da corrente sanguínea, envolvendo todos os aspectos das atividades de nosso corpo, tais como:
· Metabolismo;
· Crescimento;
· Humor; 
· Função sexual, entre outras.
Os hormônios também ajudam a manter a saúde, regular os órgãos vitais e promover a cicatrização e os reparos. Sendo o hormônio mestre, o hormônio de crescimento (hGH) afeta praticamente todas as áreas do corpo. Influencia o crescimento das células, ossos, músculos e órgãos. Quando há déficit de hormônio do crescimento (hGH) em nosso organismo, os sintomas incluem perda de tecido muscular, diminuição de energia, aumento de gordura, diminuição da função sexual, aumenta o risco de doenças cardiovasculares, diminuição da memória e uma menor expectativa de vida. Ou melhor, os sintomas do envelhecimento.
Estudos clínicos mostram que o hormônio do crescimento (hGH) tem ações que retardam alguns dos efeitos do envelhecimento muito além de outros hormônios. Não só o hormônio do crescimento (hGH) tem a capacidade de retardar o envelhecimento físico, como tem sido demonstrado que ele pode influenciar dramaticamente em muitos dos sintomas do envelhecimento, como:
· Redução da gordura corporal e celulite;
. Melhora a textura e a elasticidade da pele;
· Restaura o tamanho dos órgãos que encolhem com a idade;
. Retarda o Mal de Alzheimer;
· Restauração dos ossos e massa muscular;
· Redução das rugas;
. Melhora o humor;
. Melhora a memória;

. Restauração da perda de cabelo;
· Melhora a função sexual;
· Melhora o sono;
. Melhora a qualidade de vida;
· Aumenta a energia e resistência; . Aumenta o débito cardíaco;
· Melhora o perfil do colesterol, aumenta bom colesterol (HDL colesterol) e diminui mal colesterol (LDL colesterol);
· Melhora a função imunológica; 
· E muito mais.
Novamente estes possíveis efeitos do hormônio do crescimento (hGH) são baseados em resultados de estudos clínicos e dada a singularidade do ser humano não se pode definir quais os benefícios e quem os sentirá.




Dr. João Santos Caio Jr
Endocrinologista - Neuroendocrinologista
CRM: 20611

Dra Henriqueta V.Caio
Endocrinologia - Medicina Interna
CRM: 28930
Como Saber Mais:
1. Qual a ação metabóbica do hormônio de crescimento...
http://drcaiojr.site.med.br/index.asp?PageName=Crescimento-20infanto-20juvenil


2. O hormônio de crescimento pode ser usado em quem já foi tratado por cancêr...
http://crescersim.blogspot.com/

3. A falta de hormônio em nosso corpo tem muitos efeitos conheça um deles...
http://controlandomenopausaeclimaterio.blogspot.com/


Referência Bibliográficas:
New England Journal of Medicine.






Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55 (11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com

Site Clinicas Caio
http://drcaiojr.site.med.br/
http://dracaio.site.med.br/


Site Van Der Haagen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br